Canal no Youtube:

 Instagram: 

 Autora e o blog: 

 Facebook: 

Olá medroso e medrosa, tudo certinho com você?

​Eu sou a Renata, nasci em Recife, a capital mais assombrada do Brasil e desde pequena eu sou apaixonada por filmes de terror. Meu primeiro projeto de terror foi em 2017 com o canal do Youtube Mundo Sinistro - Filmes & Contos.

Saiba Mais

©2019 Mundo Sinistro - Filmes & Contos.

Criado por Diogênes Paz

É proibido copiar total ou parcialmente o conteúdo deste site sem a autorização da autora.

  • Rê Moura

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR DA SINISTRA BAOBHAN SITH? A FADA VAMPIRA.

Atualizado: Mar 12

O mundo das lendas é imenso e guarda histórias de diversos contos e seres algumas vezes fantásticos, outros nem tanto assim. E cada país, com sua cultura única, repassa para as novas gerações os seus contos mais famosos, mantendo assim histórias vivas até s dias de hoje.

Como exemplo temos aqui no Brasil, grandes contos fictícios que chamam a nossa atenção. Como por exemplo a lenda da Iara, do Lobisomem, da Mula Sem Cabeça, Saci Pererê, Bicho Papão entre muitas outras.


Em países chineses, existem vários tipos de histórias fantasiosas ou lendas urbanas, assim como nos países da América do Norte, da Europa e da África.

E na escócia, não seria diferente. Por lá, existe a história de Baobhan Sith, que nada mais é do que uma espécie de fada vampira da mitologia escocesa.


Conheça o Canal Mundo Sinistro - Filmes & Contos no Youtube.

Siga no instagram @renatamourareal.


Então, buscando sobre lendas, encontrei essa que me chamou a atenção. A mistura de duas fantásticas espécies místicas, que são as fadas e vampiros. Se você nunca ouviu falar nesta criatura, Baobhan, vai saber um pouco mais de sua história agora.


Baobhan Sith que também é conhecida como "mulher branca das terras altas da grande escócia". É uma bela fada que atrai diversos viajantes e caçadores que viajam sozinhos para as terras altas da Escócia. Estes viajantes se atraem pela aparência da criatura. De acordo com a lenda, Baobhan costuma sempre usar uma roupa branca ou verde claro e usa sua grande beleza para atrair os jovens homens desprevenidos e "indefesos".

Ela os leva para os cantos isolados da floresta. Antes de atacá-los, convida-os para dançar e quando eles estão despreparados e encantados, ela simplesmente os degola com suas enormes unhas afiadas. Através da ruptura da pele, ela suga o seu sangue até o final, fazendo com que o corpo de sua vitima torne-se parecido co o corpo seco.

Em muitos lugares da região, a fada vampira extrai de suas vítimas não só o sangue, mas também a sua energia vital e potência sexual.

Agora como todo mundo ou toda criatura tem o seu ponto fraco, a única coisa que essa criatura teme são os cavalos, isso porque os mesmos usam ferraduras e essa é a única maneira de machucar ou matar a fada vampira. O ponto fraco delas é que elas não resistem à armas feitas de ferro.

Para você ter noção da força desta lenda, um dos relatos mais populares já contados na internet, conta o caso de 4 amigos que saíram para caçar, eles foram pela estrada e resolveram descansar em uma casa abandonada, isso em meio a uma floresta.

Eles relataram que lá, foram seduzidos por um grupo de Baobhan Sith. Um deles até conseguiu fugir e se esconder entre os cavalos, isso enquanto uma das fadas tentava ataca-lo. No dia seguinte, assim que amanheceu, as fadas vampiras sumiram. O jovem ao se aproximar da casa, encontrou seus amigos mortos.

Em diversas lendas medievais, afirma-se que, enquanto as fadas vampiras seduziam as suas vítimas, elas mantinham as mãos escondidas nas mangas de seu próprio vestido.

A razão disso é que, em vez de extremidades humanas em suas mãos claro, haviam cascos para atacar os viajantes.

A boa notícia? É que as fadas vampiras só se alimentam uma vez por ano.


Saiba mais assistindo ao vídeo.

E aí, o que você achou dessa história medroso e medrosa? Já conhecia sobre as Baobhans? Já ouviu falar nas fadas vampiras? Deixa aqui nos comentários que eu quero saber ok?


Apoie o canal Mundo Sinistro - Filmes & Contos.


Bom, eu fico por aqui, um beijo e até mais medrosos e medrosas!

42 visualizações