• Rê Moura

A HISTÓRIA DO NAVIO FANTASMA - O HOLANDÊS VOADOR.

Olá medroso e medrosa, tudo certinho? Você já ouviu falar no Holandês Voador? O mesmo é um navio fantasma, que foi condenado a vagar pelos oceanos até o fim dos tempos. Tudo indica que esta lenda teve origem do folclore náutico do século XVII. Porém, há relatos dos séculos XIX e XX.


Pessoas que afirmam terem visto o navio no mar, relatam que o mesmo brilhava com uma luz fantasmagórica. As pessoas que juram terem visto o Navio Holandês, disseram que a tripulação do mesmo tentou enviar mensagens para a terra, porém, sem sucesso.


Conheça o Canal Mundo Sinistro - Filmes & Contos no Youtube.

Para vocês terem noção do perigo deste navio, na tradição oceânica, o avistamento é considerado um sinal de mal agouro, desgraça. Algumas fontes afirmam que o capitão holandês do século XVII, Bernard Fokke, esteve no comando do navio fantasma. O mesmo, Fokke era conhecido por suas viagens que geralmente tinham origem dos países baixos com destino a Ilha de Java. Na época, os tripulantes afirmavam que Fokke, havia feito algum pacto com o diabo.


A lenda chegou a ser bem publicada, a primeira versão pela revista britânica Blackwood’s Magazine, em 1821. Nesta versão o nome Hendrick Van Der Decken é citado como o capitão do navio. A revista da época dizia que neste navio, haviam cartas endereçadas a pessoas mortas que eram oferecidas a outros navios para fazerem a entrega. Caso os navios aceitassem, as cartas trariam desgraça.


Siga no instagram @renatamourareal.

Foi daí que surgiu uma segunda versão da lenda que afirma que, ao ver seu navio próximo do naufrágio, isso em meio a uma tempestade, o capitão jurou contornar o Cabo da Boa Esperança, sendo um caminho bom ou ruim. E assim o navio naufragou. A partir daí, o capitão e sua tripulação teriam sido condenados a uma jornada que só terminaria no dia do juízo final.


Bom, medroso e medrosa, confesso que eu achei a lenda um pouco simples, mas daí comecei a encontrar vários relatos sobre a aparição do Navio Holandês, e confesso que alguns deles me intrigaram. Muitos destes relatos de avistamentos ocorreram entre os séculos XIX e XX. Para você ter uma ideia, até o famoso romancista, Nicholas Monsarrat, teria se deparado com o navio fantasma no oceano pacífico isso durante a segunda guerra mundial, quando Nicholas era um oficial da marinha real.


Apoie o canal Mundo Sinistro - Filmes & Contos.


Outro para contar história, foi o príncipe George de Gales. O mesmo registrou a aparição do navio fantasma em uma de suas viagens. Junto ao príncipe estavam seu tutor, John Neill Dalton, seu irmão mais velho e o príncipe Albert Victor de Gales. O príncipe George relatou ter avistado o navio fantasma na data de 11 de julho de 1881, horas antes do amanhecer, ao longo da costa da Austrália, entre Melbourne e Sydney.


Após ter visto o Navio Holandês, o leme de sua embarcação foi danificado. Em suas anotações o príncipe George destacou, “Às quatro da manhã, o holandês voador cruzou os arcos. Uma estranha luz vermelha, como de um navio fantasma todo em chamas, brilhava ao seu redor, no meio das quais se iluminavam os mastros”.

Já os céticos afirmam que a uma explicação para os avistamentos do lendário navio Holandês Voador, para eles o que ocorre é um fenômeno de ilusão de ótica conhecido como Fata Morgana. Este nome vem da Itália, que significa Fada Morgana. Uma referência a uma feiticeira meia-irmã do Rei Arthur que, segundo dizem, conseguia mudar de aparência.


De acordo com quem não acredita, cientistas e alguns céticos, trata-se de uma miragem que ocorre quando há uma inversão térmica. Onde objetos que se encontrem ao longo da linha do horizonte como por exemplo, ilhas, embarcações, icebergs, são mostrados aos nossos olhos com uma forma translúcida e bem acima do nível de onde realmente estão.


De acordo com as condições climáticas é possível haver a separação entre o ar quente e o ar frio isso perto da superfície terrestre. Assim o ar frio acaba atuando como uma lente, com reflexo, criando uma imagem invertida sobre onde o objeto está. Efeitos estes que costumam ser bem visíveis pela manhã, depois de uma noite fria. O filme Piratas do Caribe: o baú da morte, retrata uma outra versão da lenda do navio fantasma Holandês Voador, onde Davy Jones seria o capitão do amaldiçoado navio e estaria incumbido de levar para o outro mundo a alma daqueles que morreram no mar.

No final do século XX, um norte-americano relatou que estava cruzando o mar quando viu o navio surgir do nada, em uma espécie de áurea, uma luz azulada ao redor do navio e que esta luz impediu que o mesmo, fosse de encontro as rochas. Minutos depois a bússola do seu navio quebrou e eles passaram horas perdidos no oceano.


Medroso e medrosa em qual versão você acredita? No efeito Fata Morgana ou o navio realmente é um navio fantasma? Difícil acreditar que seja uma visão de ótica quando se ver algo aparentemente tão real diante de nossos olhos não é mesmo? Você já conhecia esta história?


Clique no vídeo abaixo e saiba mais sobre o navio fantasma o Holandês Voador.

Inscreva-se no Canal Mundo Sinistro - Filmes & Contos.

Bom, eu fico por aqui, um beijo e até mais medrosos e medrosas!

80 visualizações

Canal no Youtube:

 Instagram: 

 Autora e o blog: 

 Facebook: 

Olá medroso e medrosa, tudo certinho com você?

​Eu sou a Renata, nasci em Recife, a capital mais assombrada do Brasil e desde pequena eu sou apaixonada por filmes de terror. Meu primeiro projeto de terror foi em 2017 com o canal do Youtube Mundo Sinistro - Filmes & Contos.

Saiba Mais

©2019 Mundo Sinistro - Filmes & Contos.

Criado por Diogênes Paz

É proibido copiar total ou parcialmente o conteúdo deste site sem a autorização da autora.